Thursday, February 12, 2009

Leite alegre


Esse o título de uma notinha publicada num recatado espaço da ZH de hoje (12/02): Vacas felizes produzem mais leite, de acordo com pesquisadores da Universidade de Newcastle, na Inglaterra.
A vaca que recebe um nome e é tratada com um "toque mais pessoal e carinhoso" pode aumentar sua produção em até 285 litros por ano, garante o estudo, que envolveu 516 fazendeiros do país.


Os pesquisadores precisam de um estudo científico para comprovar um fato que qualquer coração sensível percebe: amor produz mais amor, ou seja, qualquer ser tratado com carinho, atenção e cordialidade mostrará e dará o melhor de si.

O ser humano está transformando-se em máquina sem emoções, agindo basicamente em busca de resultados materiais, esquecendo-se da sensibilidade que todos os seres vivos têm (em menor ou maior grau).

Querem comparar a vida de uma vaca em pequenos sítios, ordenhada manualmente pelo dono, possivelmente chamada afetuosamente pelo nome de Mimosa ou Mocinha e com seu bezerro ao lado com a vida de outra, nas grandes fazendas de nível empresarial, ordenhada incansavelmente por máquinas que a fazem sofrer, anônima entre centenas e separada de sua cria?
Qual será a mais "alegre"?
Não preciso de um estudo científico para encontrar, ligeirinho, a resposta...

1 comment:

Ana Cláudia Bessa said...

Essa pesquisa também me "impressionou" ....
;0)